A LBM em cartaz: Setembro LBM Em Cartaz

Cinéfil@s deste Brasil,

É a última oportunidade este ano que temos de perguntar: setembro chove?

Resultado de imagem para setembrochove

Ajuda a gente, Maju

O ratinho está particularmente infame neste fim de mês porque temos muitos filmes traduzidos e legendados para recapitular. De Manhattan à floresta, passando pelo deserto e a ponte aérea Rio-SP, estivemos em toda a parte. Shall we?

***

O SONO DA MORTE

A primeira semana já começou com estreia da PlayArte Pictures. O terror que está mais para suspense apresenta o menino Jacob Tremblay como principal atração, trazendo ares cuti-cuti para a trama, já que ele não faz o papel de uma criança possuída nem aterrorizante.

Resultado de imagem para o sono da morte

Lembram do menino prodígio de “O Quarto de Jack”?

O filme é obra do diretor Mike Flanagan, que também dirigiu “O Espelho”.  A LBM traduziu esse filme em 2014 e tomamos altos sustos. Recomendamos também!

VIREI UM GATO

A comédia da Diamond Films estreou na segunda semana de setembro, após meses de campanha para decidir com o público qual seria o nome do personagem principal, o gato. Ficou decidido que seria “Sr. Bola de Pelos”, e assim foi. O protagonista também inspirou uma parceria da distribuidora com a ONG Adote um Gatinho para incentivar adoções de bichanos <3

Resultado de imagem para virei um gato

Qual nome você teria escolhido?

A parte mais divertida foi escrever “tomografia cãoputadorizada” numa legenda 😉

ÚLTIMOS DIAS NO DESERTO

Na mesma semana, tivemos a estreia da Mares Filmes com um filme bíblico nada tradicional. “Últimos Dias no Deserto” narra a história de Yeshua (Jesus) enquanto peregrina pelo deserto jejuando, ocasião em que conhece uma família em crise e se envolve em seus conflitos. Com poucos diálogos e muita desolação desértica, o retrato intimista e humanizado do filho d’O Cara pode precipitar novas reflexões.

Resultado de imagem para últimos dias no deserto

Difícil escolher um lugar para meditar

 

BRUXA DE BLAIR

A terceira semana de estreias começou com o aguardado terceiro filme da franquia “A Bruxa de Blair”. O retorno do filme, que foi feito inteiramente em segredo e sem nenhum vazamento de material, foi sucesso de crítica e público. Alguns críticos acreditam que esse seria um final digno para a série, porém o roteirista Simon Barrett declarou que não é a bruxa que vemos ao final do filme, e sim outra pessoa. Será que o ratinho voltará a acampar com a Bruxa de Blair no futuro?

Resultado de imagem para blair witch

Momento de diversão e descontração na casa da bruxa, criatura encantadora.

 

DESCULPE O TRANSTORNO

A comédia badaladinha lançada pela Disney e Gullane chegou à LBM em forma de texto traduzido para o inglês. Passou por spotting, marcação e adaptação e deve estar sendo assistida por algum gringo neste minuto 🙂

Resultado de imagem para desculpe o transtorno filme

A semana de lançamento do filme foi cercada por bafafás acerca da carta do Gregório Duvivier para a Clarice Falcão na sua coluna da Folha, o que rendeu um belo marketing para o filme. Se você estava vivendo em outro galáxia naquela semana e não viu, leia aqui.

LEMBRANÇAS DE UM AMOR ETERNO

Para fechar esse setembrão gordo maravilhoso, uma última estreia também da PlayArte Pictures. O novo filme de Giuseppe Tornatore (Cinema Paradiso) fez a gente dar uma choradinha. O ar solene do filme também pediu uma tradução mais conservadora e, assim, fomos resgatando as origens da tradução para o cinema, mais séria.

Resultado de imagem para la corrispondenza

Como a gente fica assistindo ao filme

O filme ainda está com várias sessões disponíveis, dê uma olhadinha aqui.

***

E para quem não sabe, hoje é dia do tradutor! Então dê aquele abraço apertado no seu amigo tradutor e lembre-se que o presente ocasional nunca é uma má ideia também 🙂


Tradutora e revisora de legendas para cinema há dez anos. Leitora de livros, Piauí, The New Yorker e todo tipo de porcaria da internet, mas sobretudo de legendas. Viajante (em todos os sentidos). Sócia-fundadora da LBM, seu projeto de vida, com o maior orgulho do mundo.

Deixe uma resposta