A LBM em cartaz: Maio LBM Em Cartaz

Car@s leitor@s,

Mais um mês chega ao fim, trazendo consigo a recap da LBM. Maio nos rendeu quatro estreias nas telonas, com destaque para um documentário muito especial.

Para quem ainda não reparou, a entrada do blog da LBM está de cara nova e também mais funcional. Dividimos os posts em categorias para facilitar a busca, já que agora são dois anos de posts no ar! Para cada categoria, o ilustrador Leandro Spett fez uma arte incrível do nosso ratinho:

recapdareguestmistureba

Agora, ao entrar pela página inicial, você pode escolher o grupo de posts que deseja visitar. Este post, por exemplo, entra na categoria “A LBM em cartaz”.

Mas chega de papo furado. Vamos lá?

***

Semana 1

A primeira quinta de maio já chegou bombástica com três estreias lbmísticas, para compensar o tristonho mês de abril inteiro, que teve apenas uma. A primeira estreia foi a comédia argentina “O Décimo Homem” (Paris Filmes), que conta a história de um rapaz que retorna à Argentina depois de um longo período em Nova York. Tivemos que trabalhar no roteiro em inglês, pois o espanhol chegou em cima da hora. O roteiro em espanhol foi importante para tirar dúvidas, pois algumas partes eram realmente difíceis de entender. Mas deu tudo certo e o filme estreou na data marcada.

A segunda estreia da semana foi “Heróis da Galáxia: Ratchet & Clank”, a animação baseada no jogo de vídeo game trazida pela PlayArte Pictures. Os protagonistas, Ratchet e Clank, são dois heróis improváveis que se unem para ajudar a salvar a galáxia.

A tradução foi supergostosa de fazer e envolveu muita criatividade. O jogo não é traduzido no Brasil, então não havia referência para os termos próprios da saga. Por exemplo, a arma “mag-boost”, um imã gigante superpoderoso, foi traduzido por nós por “meganético” (depois de descartar uma grande lista de opções não tão legais). E assim foi 🙂

O vilão de Heróis da Galáxia, cujo plano é “desplanetizar” a galáxia.

E, finalmente, depois de mais de meio ano de trabalho, o documentário “O Começo da Vida” estreou nacionalmente. O lindo filme que aborda a importância crucial da primeira infância no futuro das pessoas e da humanidade foi um projeto de três anos que chegou às telonas com a intenção de levar informações para a maior quantidade de pessoas possível. Para tal, uma série de ações está sendo lançada para maximizar o alcance. A entrada nos cinemas foi gratuita nos quatro primeiros dias de estreia, seguindo-se um período em que um pagante podia levar um acompanhante sem custo adicional. Além disso, em qualquer cidade onde o filme não esteja em cartaz, é possível organizar uma exibição para um mínimo de cinco pessoas através da plataforma Videocamp. É muito amor! <3

A LBM foi chamada para realizar a tradução do longa para seis línguas: português, inglês, espanhol, francês, italiano e alemão. Foram meses preparando as versões em português e inglês para serem usadas como base para outras línguas, tudo isso em meio a novos cortes e outras alterações. Foi um trabalho feito em total parceria com a diretora Estela Renner e sua equipe, que estavam 100% envolvidos com as legendas do filme.

O doc teve uma emocionante estreia em São Paulo, que contou com a presença de muitas personalidades engajadas na causa da primeira infância, inclusive o prefeito Haddad e sua esposa. No coquetel, pudemos tietar a diretora e tirar uma fotinha, vejam só:

Orgulho de ser parte desse projeto!

O documentário está estreando também pelo mundo afora, e teve sua vez na sede da ONU em Nova York? Legendas em inglês by LBM na ONU! Tá bom ou quer mais?

Mas projeto de O Começo da Vida não se limitou ao longa. A LBM traduziu uma infinidade de micro conteúdos, como trailers, spots e pílulas, que podem ser visualizados na página da Maria Farinha Filmes, além da série de seis episódios que deve chegar à Netflix no começo do semestre que vem. Aguardem!

Semana 4

Pulando para a última quinta do mês, tivemos a estreia de “A Garota do Livro” (PlayArte Pictures), drama protagonizado por Emily Vancamp. O filme está fresquinho em cartaz by LBM, clique aqui para ver as sessões disponíveis.

***

Junho já chega com tudo com o congresso anual da Abrates, no qual a LBM apresentará uma palestra superinteressante sobre a versão de filmes brasileiros. Coisa de louco! Voltamos muito em breve com um post especial sobre o congresso 🙂


Tradutora e revisora de legendas para cinema há dez anos. Leitora de livros, Piauí, The New Yorker e todo tipo de porcaria da internet, mas sobretudo de legendas. Viajante (em todos os sentidos). Sócia-fundadora da LBM, seu projeto de vida, com o maior orgulho do mundo.

Observações

  1. Marina J. de Souza Diz: junho 2, 2016 at 10:58 am

    Super feliz em ver esta parceria bem sucedida rendendo frutos. Competência, bom senso e carinho com todos os trabalhos. Sucesso pra vocês! 🙂

Deixe uma resposta